Webinar “Água, Inovação e a Cidade”

Água, Inovação e a Cidade é tema de webinar do WILBrasil – Laboratórios de Inovação da Água 2018
Para acompanhar o webinar, basta se inscrever e acompanhar no link:
ONG canadense Waterlution, que está no país sob a curadoria de Dawn Fleming, terá um webinar dia 30 de outubro para debater como a inovação social pode criar caminhos para melhor cuidar das águas no espaço urbano
Com o tema “Água, Inovação e a Cidade”, o WILBrasil – Laboratórios de Inovação da Água 2018, que faz parte da ONG canadense Waterlution (www.waterlution/brasil), promove um webinar dia 30 de outubro, das 10h às 11h30. A ideia é debater como a inovação social pode ajudar a encontrar caminhos nos cuidados com a água presente no espaço urbano. Tanto em metrópoles como São Paulo quanto em municípios ainda não tão impactados por problemas sociais acarretados por desafios como falta de saneamento básico, por exemplo.
No webinar, três palestrantes convidados abordarão o tema: Carolina Viviane Nunes, Gustavo Veronesi e Roberto Montezuma vão falar sobre seus projetos inovadores com os rios de Blumenau, São Paulo e Recife. “Eles compartilharão suas experiências. A partir daí, vamos debater ideias na área de inovação social que solucionem diferentes dificuldades. Por exemplo, o risco de racionamento de água que São Paulo mais uma vez vem enfrentando devido ao tempo seco e à pouca chuva, o que já derrubou para menos de 40% os índices do reservatório da Cantareira”, afirma a curadora do WIL, Dawn Fleming.
A arquiteta Carolina é pós-graduada em arquitetura sustentável, foi pesquisadora da Universidade Técnica de Munique, da Universidade de Delft e da Universidade de Copenhagen. Com o patrocínio da Chancelaria Alemã e da Fundação Alexander von Humboldt, ela se tornou German Chancellor Fellow com o projeto “Rios e Cidades, aspectos ambientais e espaços públicos: novas estratégias de planejamento como interconexão entre o conhecimento administrativo e as atividades da sociedade civil nas cidades”.
Gustavo Veronesi é geógrafo, educador e ambientalista. Há mais de 15 anos atua em comunidades e em organizações do terceiro setor, sempre desenvolvendo e aplicando práticas de educação ambiental. Coordenou projetos no Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais – IPESA, atua na formação de professores e educadores sociais para temas ligados à sustentabilidade e na coordenação de grupos de monitoramento da qualidade da água na bacia hidrográfica do Alto Tietê. Coordena o Projeto Observando os Rios, desenvolvido pela SOS Mata Atlântica.
Professor de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco, Roberto Montezuma é um dos coordenadores da INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, grupo transdisciplinar vinculado à UFPE, que tem por missão catalisar conhecimentos e conceber soluções colaborativas para construir cidades inclusivas, sustentáveis e felizes. Um dos seus projetos atuais é o Parque Capibaribe que tem como prioridade a conexão da população com as águas da cidade.  É doutorando pela Universidade de Lisboa.
O público-alvo é formado por pessoas que já trabalham com o segmento ou desejam trabalhar, interessados em inovações e universitários. Para acompanhar o webinar, basta se inscrever e acompanhar no link:    https://bit.ly/2yoxfVP
O que aprender com o WILBrasil
  • Desenvolver uma compreensão mais profunda e gradual de inúmeras questões relacionadas ao uso da água em ambientes urbanos e rurais, tendo o Brasil como contexto de aprendizagem;
  • Cocriar inovações inspiradas por iniciativas dos próprios participantes que farão parte do WILBrasil;
  • Aprender com os grandes pensadores que já estiveram em seu lugar, canalizando suas energias e potencial para construir novas iniciativas e agregar em sua carreira;
  • Adquirir habilidades para se tornar um facilitador que utilize ferramentas práticas para projetar e disseminar diálogos significativos com diferentes grupos de interesses;
  • Construir uma ampla e plural rede de relacionamento interpessoal;
  • Experimentar uma aprendizagem inesquecível em um ambiente inspirador.
Todo o trabalho da WILBrasil é possível graças às empresas patrocinadoras, que são Grupo Europa e BRK Ambiental, além do apoio de outras instituições: Ipesa, Trata Brasil, Rede Brasil, Aliança Rio Doce, Aliança Pela Água, Muda Lab, Rios e Ruas, Impact Hub, Help Master e Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Governo do Estado de São Paulo.
Sobre
Criada em 2003, a Waterlution é uma ONG canadense que busca encontrar soluções para a gestão da água no mundo. Desde que foi criado, em 2010, o Laboratório de Inovação da Água (Water Innovation Lab, WIL sigla em inglês) já contou com 8 edições ocorridas em Canadá, Escócia, Índia, Holanda, Portugal, Brasil e Austrália. Mais de 6 mil pessoas já participaram dos 250 workshops e eventos promovidos pela ONG. Cerca de 40 projetos foram incubados e mais 15 laboratórios de inovação estão previstos para os próximos anos.