Novas referências para rios e cidades

Não faz sentido derrubar longos trechos de mata ciliar, e muito menos construir muros de concreto, com o objetivo de deixar o rio parecido com a imagem da referência internacional. Há diversos bons exemplos que integram cidade e natureza através dos rios.

Trânsito: uma nova abordagem

As ciclovias podem ser pensadas como um sistema de deslocamento próprio (não como um anexo nas ruas), onde é possível fazer belos trajetos por dentro de bosques, parques e margens de rio, em que se deslocar se confunde com vivenciar.

A importância das áreas de lazer interligadas

As margens de rios podem gerar circuitos ciliares, com um roteiro de atrativos interligados por caminhos e ciclovias, revitalizando toda área, valorizando a paisagem urbana. O Brasil, com rios em abundância, poderia aproveitar muito esse potencial.